PERSPECTIVA - DESENHO DE PAISAGEM

O Desenho de Estradas e Caminhos - Parte II
Por Phil Metzger
Um outro efeito do caminho em ziguezague consiste em atrair o olhar para a composição ao longo de uma linha mais irregular. O contrário disso é o caminho reto que comprime diretamente e sem rodeios até em cima, em direção a casa. Os caminhos e as estradas são meios eficazes nas paisagens tradicionais. Elas são o fio com o qual as construções e outros objetos formam tecidos. Oferecem uma maneira fácil de sugerir profundidade e são um meio muito importante para chamar a atenção. Ás vezes é complicado desenhá-las, mas se forem imaginadas como finos blocos em perspectiva e refletir sobre a inclinação que cada bloco pode ter, então o desenho se tornará mais fácil. Examine o isso nessa ilustração:
Imagine esta estrada composta por vários segmentos, de 1, 2, 3 etc., até 7 (como mais abaixo -clique nas imagem para ampliar).
Representei linhas perspectivas (não são mais do que aproximação grosseiras), assim como pontos de fuga para alguns dos segmentos. O segmento 3 me parece bastante horizontal, enquanto atravessa um riacho borbulhante. Pode ser considerado como um retângulo com os pontos de fuga marcados. O segmento 1 parece também mais ou menos plano. Pode-se deduzir isto pelo seu ponto de fuga (é por acaso que tem uma perspectiva de um ponto), localizado ao nível do olhar. Os restantes dos segmentos são inclinado. Os seus pontos de fuga estão tanto acima como abaixo do nível do olhar. Avalie por si em que lugar se podem encontrar os pontos de fuga dos segmentos 4 e 5. Você os descobrirá muito acima do nível do olhar. Se tiver dificuldades em fazer uma estrada, então deixe-a correr e tente imaginar que ela está dividida em vários segmentos retangulares, podendo alguns ser oblíquos. Inscreva o nível do olhar, estabeleça apenas grosseiramente onde os pontos de fuga se encontrariam como se prologasse os segmentos dos retângulos e variando as posições destes pontos de fuga para atingir o grau de inclinação desejado. No entanto, como sempre, comece por esboçar e só utilize os pontos de fuga e as linhas de construção para ajudar a resolver problemas.
Clique aqui para ler a sequencia da postagem

Nenhum comentário: