COPIAR OU NÃO COPIAR, EIS A QUESTÃO

Talvez exista um dilema entre muitos desenhistas sobre o fato de copiar com o intuito de estudos e aprendizado: Afinal de contas copiar com esse fim é certo ou é errado?
Para ser franco, eu comecei assim, copiando. Hoje lendo o livro “Desenhando com Lado Direito do Cérebro” da Senhora Betty Edwards, Ela observa que “...nos os últimos quarenta anos ou mais, a maioria dos professores de arte não recomendavam aos alunos que copiassem obras-primas como recurso auxiliar para aprender a desenhar".
Com o advento da arte moderna, -continua ela, muitas escolas de arte rejeitaram os métodos tradicionais de ensino e aboliram a prática de copiar desenhos dos grandes mestres. Entretanto atualmente a realidade é bem diferente, as escolas tornaram a prática da cópia de desenho e pintura bem comuns nos seus expedientes, sobretudo por se constituir um eficaz método de treinamento dos olhos para a arte. Betty Edwards enfatiza que copiar desenhos de artistas importantes seja bastante proveitoso para alunos iniciantes, isto por que o ato de copiar obriga o desenhista a diminuir a velocidade e a realmente ver o que o artista viu. É interessante notar sua observação quando diz que a cópia cuidadosa de qualquer obra-prima de desenho imprimirá a imagem na memória do artista que a reproduziu para sempre. Assim os desenhos copiados se tornam quase que um arquivo permanente de imagens memorizadas. Betty Edwards recomenda que sejam feitas somente cópias das obras dos mestres do desenho principais e secundários. Então ouçam a mulher! Recomendo para vocês esse link: theartwolf.com, lá existem diversas reproduções de arte de alta qualidade em diferentes formatos que poderão ser muito úteis para seus estudos e aprofundamento.

3 comentários:

rico-cartoocool disse...

eu acho que copiar seja uma parte importante do aprendizado pois, com a cópia vc consegueentender a as técnicas aplicadas no desenho ou na pintura
um abs

cesar disse...

Nossa! é isso que eu gosto..

admar de leon disse...

estou nessa ,depois de velho.